siga a escola de doce!

Como calcular o preço de venda de doces: não multiplique por 3!

Ao calcular o preço de seus doces para vender, você precisa adicionar não só os ingredientes que foram usados na receita, mas precisa considerar também outros fatores.

Um dos fatores que vamos mostrar como calcular neste artigo é o do custo de itens como gás,  água e até energia elétrica.

Pergunta clássica que sempre recebo: se você também usa esses insumos para uso pessoal em sua casa, como saber quanto você gastou apenas na produção do doce a ser vendido?

Seus problemas acabaram! No artigo (e vídeo) de hoje eu explico passo a passo como fazer esse cálculo.

Aprenda como calcular o preço da venda dos seus doces nesse vídeo, e entenda porquê multiplicar por 3 está completamente errado! Veja o artigo completo em nosso blog. Ao calcular o preço de seus doces para vender, você precisa adicionar não só os ingredientes que foram usados na receita, mas precisa considerar também outros fatores. Um dos fatores que vou mostrar como calcular neste artigo é o do custo de itens como gás, água e até energia elétrica. Pergunta clássica que sempre recebo: se você também usa esses insumos para uso pessoal em sua casa, como saber quanto gastou apenas na produção do doce a ser vendido? Descubra nesse vídeo!

Para assistir mais vídeos, se inscreva em nosso canal!

Dica Extra: Sempre que postamos um vídeo novo, ficamos online nos primeiros 60 minutos para responder ao máximo de dúvidas possíveis.

Então, além de se inscrever, clica no sininho🔔, pois assim o YouTube te avisa imediatamente assim que sair um vídeo novo. 😉

Custos fixos ou variáveis?

→ Custos fixos são aqueles custos que não oscilam de valor, não importando se você fez 1 ou 1000 doces para vender naquele mês. Exemplo: aluguel ou qualquer outro serviço de assinatura mensal, onde o preço é o mesmo todo mês.

→ Custos variáveis, como o nome já diz, são custos que variam proporcionalmente conforme a produção. Por exemplo: para 1 receita de brigadeiro, vai 1 lata de leite condensado. Para duas receitas, são 2 latas, então o custo variou proporcionalmente.

Porém, itens como gás, água e energia elétrica são itens que poderiam ser considerados semi-fixos, ou seja:

Como o aumento do gasto desses itens não é proporcional à produção dos doces, eles podem ser considerados mais para o lado do fixo, pois oscilam muito pouco. Isso facilitará muito para você no momento de calcular o seu preço, então é uma boa notícia.

É importante ressaltar porém, que caso esses gastos comecem a subir muito ao longo do tempo, é bom que você faça uma nova conta de reajuste de seu preço. Mas você vai entender como fazer isso, seguindo os passos seguintes.

Resumo do Passo a Passo do Cálculo

→ Primeiro, você precisa organizar suas despesas domésticas, listando todos os gastos fixos e semi-fixos que você tem, e que também são usados na produção do seu produto.

Observação: você pode incluir aqui o aluguel, caso você more de aluguel, por exemplo. Afinal, você usa o espaço de sua casa para poder trabalhar, certo?

Da mesma forma, gastos com internet e telefone, se você usa eles em seu negócio para se comunicar com o seu cliente, pode adicionar ao cáculo também.

Itens de limpeza e descartáveis que você utilize em sua produção também podem entrar aqui como adicionais. Algumas pessoas discordam em adicionar esses itens todos, e caso você não queira adicionar esses custos ao seu cálculo, fica à seu critério – mas eu adicionaria.

Você pode fazer uma planilha com o registro desses gastos nos últimos 12 meses, por exemplo, como mostra a imagem abaixo:

Como calcular o preço dos doces

Ao final dos 12 meses, você terá a soma total de todos esses gastos. No exemplo da imagem acima, temos R$ 15.600,00

→ Segundo passo: agora, basta você pegar esse valor total e dividir por 12, para saber qual a sua média de gasto mensal com esses gastos fixos, conforme imagem abaixo:

No exemplo da imagem, 15.600/12 = R$ 1.300

Ou seja, você possui R$ 1.300,00 de custos fixos mensais. 

→ Finalmente, agora você apenas precisa saber quanto tempo levou para produzir o doce. Neste exemplo, você levou 1 hora.

Em um mês de 30 dias, temos 720 horas. Sendo assim, basta dividir esse valor da média de gasto mensal por 720, e então encontará o seu valor de custo fixo por hora.

No exemplo da imagem, 1.300/720 = R$ 1,80

Se você quiser saber quanto vale o minuto, é simples: 720 horas são 43.200 minutos. Divide novamente, mas desta vez por 43.200 e você terá seu valor por minuto.

No exemplo da imagem, 1.300/43.200 = R$ 0,03

Resumindo nossos cálculos:

Como calcular o preço dos doces

Por que essa forma é a correta?

Vejo por aí pessoas falando para adicionar um valor de custo fixo pré-determinado, como por exemplo:

  • Adicionar 30% ou 40% dos seus gastos com matéria prima
  • Adicionar R$ 1,00 por unidade de doce
  • Multiplicar o custo da matéria prima por 2 ou por 3

Cuidado: nenhum desses exemplos acima tem fundamento, e pode não ser suficiente para cobrir os seus gastos!

Tudo depende da região onde você mora, qual a sua realidade, e portanto, seu custo fixo jamais vai igual ao do seu concorrente. Portanto, não existe fórmula pronta.

Por isso é muito importante que você saiba calcular esses custos e adicioná-los corretamente na formação de seu preço.

Só assim você poderá trabalhar por um preço justo, e ter a certeza de que estará lucrando.

Reajustes Periódicos

É importante lembrar, como dito lá no início, que você faça pelo menos 1 vez ao ano, o recálculo dos seus custos fixos, pois eles podem mudar.

Sua produção pode aumentar ao ponto em que seus custos com gás, água e energia aumentem expressivamente (mas isso é um “problema” bom, daqueles que você quer ter, concorda?), e por isso você precisará reajustar seu cálculo.

Da mesma forma, podem surgir novos gastos que antes não existiam, como por exemplo, um serviço de email marketing que antes você não tinha, ou um serviço de entregas terceirizado que você contratou.

Mas esse é o seu objetivo principal, certo? Crescer, expandir e ter sucesso. Então, é natural que seus gastos aumentem à medida que você cresça.

Todos esses gastos devem entrar no seu cálculo de preços dos doces que irá vender, e é importante que você esteja sempre atento.

O que mais entra no cálculo do preço?

Para calcular seu preço por completo, você também precisa considerar os seguintes itens:

  • Custo da matéria prima
  • Custo da sua mão de obra
  • Margem de lucro
  • Embalagem

Vou falar desses itens logo mais, então inscreva-se em nossa lista VIP para receber o aviso assim que novos contúdos forem postados!

Recomendo fortemente que você conheça também o Ebook Como Fazer Doces Para Vender, que explica muito mais sobre precificação, além da construção de um negócio lucrativo com a venda de doces caseiros.

Como Fazer Doces Para Vender

Um dos 3 Bônus do Ebook é a Calculadora Automática de Preços – porque você precisa sim saber dos conceitos que existem por trás dos cálculos dos preços dos doces, mas otimizar o nosso dia a dia é essencial para que possamos focar no principal: na produção, para que obtenhamos mais vendas e um maior lucro como consequência.

Espero que esse artigo tenha te ajudado. Se ajudou, compartilhe com quem você acha que pode ajudar também!

Até a próxima!

5/5
Yara Pereira

Yara Pereira

Criadora da Escola de Doce desde 2014, empresária, apaixonada por Confeitaria, autora do Ebook Como Fazer Doces Para Vender, além de produtora dos cursos de confeitaria online da Escola. Meu objetivo é trazer conhecimento de valor para que você possa construir um negócio de sucesso.
compartilhar:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

QUER RECEBER MAIS CONTEÚDOS COMO ESSE POR E-MAIL?

Então junte-se a mais de 12.800 pessoas que assim como você querem obter sucesso em seus doces negócios:

Você também pode gostar:

22 comentários em “Como calcular o preço de venda de doces: não multiplique por 3!”

  1. Bom dia minha querida amiga Yara, tudo bem?
    Eu confesso que eu estou com muita duvida ainda.
    E que eu nao estou conseguindo fazer as minhas contas ainda e estou com a minha cabeca fervilhando.
    E que falam para mim dos custos fixos e dos custos variaveis que sao os produtos que a gente faz a compra no Supermercado ne amiga e falam que a gente tem que usar os custos variaveis na conta para precificar tambem eu nao sei sou leigo ainda no Mercado e nao sei onde comecar e nao sei fazer a conta tambem.
    So sei que voce deu um otimo exemplo de custos fixos de Janeiro a dezembro Dividindo as contas, mas me falaram para mim e e isso que eu queria entender que nas contas era para eu incluir os custos variaveis tambem e ficar somando, os produtos nao que a gente compra, mas sim o que a gente vai consumir fazendo os produtos, soma os produtos consumidos e depois divide e multiplica, alguma coisa assim eu nao sei.
    E depois junta os custos fixos com os custos variaveis dividindo, somando e ou multiplicando nao sei e dai vai para a conta final que eu nao sei qual e a conta, esqueci qual e a conta.
    Mas essa conta final vai cobrir os gastos das compras que eu faco no Supermercado e Continuo fazendo, vai cobrir os gastos com as contas de luz, agua, gaz, Internet, telefone, e entre o meu proprio salario ou o meu proprio ganho ne e outros gastos que eu vou ter.
    E eu nao tenho dinheiro para poder pagar e eu sou leigo.
    Pode me ajudar fazer um favor amiga a como fazer todas essas contas que eu nao sei.

    • Oi, Benedito! A sua confusão é totalmente normal, e vemos que muita gente ainda tem dúvidas. Isso, principalmente porque tem muita informação errada e desencontrada na internet, que acaba confundindo ainda mais.

      Nesse artigo, falamos sobre o cálculo dos custos fixos, mas o cálculo do preço do seu doce vai incluir outras etapas, como eu digo no artigo. Isso inclui os custos variáveis, custos de mão de obra e margem de lucro.

      Recomendo que conheça o nosso Ebook Como Fazer Doces Para Vender. Nele, você vai aprender passo a passo todas as etapas da construção do seu preço, e com certeza todas as suas dúvidas serão sanadas com ele.

      Espero ter ajudado! 😉

Deixe um comentário

Siga-nos!

Cursos e Ebooks:

QUER RECEBER MAIS CONTEÚDOS COMO ESSE POR E-MAIL?

Então junte-se a mais de 12.800 pessoas que assim como você querem obter sucesso em seus doces negócios:

Já acompanha nossos vídeos semanais com dicas extras?