6 sabores de Brigadeiros Gourmet com apenas 1 receita de massa branca

Você não precisa fazer vários sabores de brigadeiros para ter opções variadas em seu cardápio. Hoje, você vai aprender a transformar 1 massa de brigadeiro em 6 sabores diferentes.

6 sabores de brigadeiros gourmet

A palavra-chave aqui é produtividade com menos esforço: você irá para o fogão apenas uma vez, e de sua panela sairão 6 sabores diferentes de brigadeiro.

Além disso, você vai aprender sobre o ponto de enrolar perfeito, para nunca mais ter brigadeiros duros ou que açucaram rapidamente, ou ao contrário, que ficam mole demais, grudando na mão na hora de enrolar, se espalhando na forminha.

Vamos começar pela receita base então?

Receita da massa base do brigadeiro:

leite condensado
  • 395 g de leite condensado
  • 100 g de creme de leite
  • 40 g de chocolate branco nobre (opcional)

Modo de preparo e técnica do brigadeiro perfeito:

Passo 1

Como todo brigadeiro branco, comece adicionando o leite condensado e o creme de leite. Também colocaremos o chocolate branco, mas esse ingrediente é opcional.

Gostamos de indicar o chocolate branco, pois ele dá uma estrutura maravilhosa ao brigadeiro. Ele pode ser adicionado durante ou ao final do preparo. Aqui, adicionaremos ao final.

Passo 2

Leve ao fogo baixo, e vá mexendo até chegar no ponto correto. No brigadeiro branco é importante sempre usar fogo baixo e panela de fundo grosso. Dessa maneira, você terá um brigadeiro sem pelotas, e principalmente, bem clarinho.

Passo 3

Assim que o brigadeiro engrossar, chegando numa textura de mingau, estará quase no ponto, e nesse momento, você poderá acrescentar o chocolate branco. Mexa até o chocolate se dissolver, e a massa chegar no ponto correto, que é o que muitos chamam de “ponto cambalhota”.

Esse ponto é chamado assim, pois ao inclinar a panela, o brigadeiro vai cair por cima dele mesmo, como se fosse uma cambalhota, e não vai se misturar.

Outra forma de verificar o ponto é passando a espátula. Você verá um caminho se abrir, que demora a fechar. Veja:

ponto cambalhota do brigadeiro

Passo 4

Agora, é só colocar o brigadeiro em uma vasilha untada com desmoldante, ou embalar com plástico em contato com a massa, e deixar descansar por cerca de 6 à 8 horas, ou de um dia para o outro.

brigadeiro no plástico filme

Passo 5

Após descansada, você poderá notar que a massa estará super cremosa, macia e maleável. Ao manuseá-la, notará que não gruda no plástico, nem nas luvas (que você usará para bolear os brigadeiros).

Isso é sinal de que você acertou no ponto, e por conta do tempo de descanso do brigadeiro que foi respeitado.

Use uma colher medidora para porcionar a massa, e além disso, é importante que você use uma balança de cozinha, porque você precisa saber o peso exato dos brigadeiros para precificar da maneira correta.

→ Já falamos sobre precificação nesse artigo aqui.

Sobre o rendimento das receitas

Essa receita-base rende aproximadamente 16 brigadeiros de 18 gramas cada. Mas isso é caso você faça o sabor tradicional de brigadeiro branco.

Os brigadeiros decorados com pitangas, por exemplo, precisam ser um pouco menores, levando cerca de 15 gramas de massa. Os brigadeiros recheados com frutas, como uvas, também levarão menos massa, pois é preciso considerar o peso da uva.

Isso é importante para que quando colocados lado a lado em uma caixa ou na mesa de servir, todos os doces tenham um tamanho padronizado, e assim fique uma apresentação harmônica. Veja:

sabores de brigadeiros em uma caixa

Mais um motivo pelo qual a balança é tão necessária.

1º sabor – Brigadeiro de Churros

Vamos para o brigadeiro de churros? Para ele precisaremos de:

  • Açúcar cristal;
  • Canela;
  • Doce de leite;
  • Bico pitanga número 32 da Wilton.

O primeiro passo, é misturar a canela no açúcar. Coloque a quantidade que você achar mais agradável para o seu paladar.

Atenção: você precisa sempre bolear o docinho duas vezes. Na primeira vez, você passa no açúcar com canela, e nesse momento, não precisa se preocupar em ficar muito redondinho.

Já na segunda boleada, você passa novamente no açúcar com canela, e aí sim modela bem certinho. O brigadeiro ficará bem redondinho, e não ficará com excesso de açúcar.

Para finalizar, faça uma pitanga de doce de leite. Veja que coisa mais linda!

sabor - Brigadeiro de Churros

Esse certamente será um dos seus brigadeiros mais vendidos!

2º sabor – Brigadeiro de Chocolate Branco

Boleie a massa, e passe-a nos confeitos de chocolate branco. Depois, boleie uma segunda vez, para o confeito não ficar bagunçado.

A diferença que esse segundo boleamento faz no acabamento do brigadeiro é gigante!

sabor - Brigadeiro de Chocolate Branco

→ Temos outro artigo explicando em detalhes sobre como fazer brigadeiro branco. Leia em seguida!

3º sabor – Leite Ninho com Nutella

Para o terceiro sabor de brigadeiro, vamos precisar de:

  • Esteca de modelagem;
  • Leite Ninho;
  • Nutella;
  • Manga de confeitar e bico 18 da Wilton;
  • Peneira.

Primeiro, boleie o brigadeiro, e depois passe no leite ninho.

É aqui que entra “o pulo do gato” desse brigadeiro, que é passar ele em uma peneira para retirar o excesso de leite em pó.

Esse passo é muito importante, e caso você pule ele, a pitanga de Nutella não irá grudar no brigadeiro.

O próximo passo é usar a esteca para fazer um furinho nesse brigadeiro. Usando a manga de confeitar, preencha esse furinho com a Nutella, e finalizar fazendo uma pitanga com o bico 18.

sabor – Leite Ninho com Nutella

E pronto: mais um campeão de vendas para seu cardápio.

→ Em nosso Curso de Brigadeiros e Beijinhos Gourmet, nós ensinamos uma técnica diferente para se fazer o recheio da Nutella, e que todos os alunos amam porque é até mais prático do que o descrito acima.

4º sabor – Brigadeiro de Oreo

Para esse sabor de brigadeiro, vamos precisar apenas do biscoito Oreo em pedaços (ou outro biscoito no sabor de chocolate, como por exemplo o Negresco. Nesse caso, lembre-se de mudar o nome do brigadeiro em seu cardápio).

Você pode comprá-lo já triturado, que é bem mais prático, ou comprar o biscoito e remover o recheio.

Para fazer esse sabor, apenas incorpore o Oreo na massa, até ficar bem homogêneo, e em seguida é só enrolar. Repita o processo mais uma vez para o doce ficar bem redondinho.

sabor – Brigadeiro de Oreo

Para decorar, passe o biscoito no processador para fazer uma farofinha mais fina. Simples e super delicioso!

5º sabor – Surpresa de uva

Agora a gente vai falar da surpresa de uva, e para ela vamos precisar de:

  • Uvas verdes;
  • Açúcar cristal;
  • Balança.

Para que esse brigadeiro fique do mesmo tamanho dos outros, primeiro pese a uva, e depois complete com a quantidade de massa, até chegar no peso dos outros brigadeiros.

Por exemplo: se a uva pesou 7 gramas, então você precisará de 11 gramas de massa para chegar no total de 18 gramas.

Abra a massa e coloque a uva dentro. Feche, enrole e passe no açúcar (duas vezes, como sempre).

sabor – Surpresa de uva

Muito importante: a uva precisa estar bem seca, para que não solte água dentro do doce, e não estrague.

6º sabor – Brigadeiro Brûlée

Para o brigadeiro brulée, você irá precisar apenas de açúcar cristal, e de um maçarico culinário.

Basta enrolar o brigadeiro e passá-lo no açúcar cristal.

Para esse sabor é muito importante passar uma segunda vez no açúcar, porque esse açúcar precisa queimar com o maçarico.

Você pode inclusive salpicar mais um pouco de açúcar em cima do brigadeiro antes de maçaricar.

sabor – Brigadeiro Brûlée

Atenção: não use uma chama muito forte, e vá devagar para não queimar.

Esses 6 sabores de brigadeiros ficam maravilhosos! E você pode ampliar seus horizontes criando muitos outros sabores a partir dessa mesma base. O seu menu de brigadeiros nunca mais será o mesmo!

Agora, vamos à segredos importantes que quase ninguém compartilha:

6 segredos para brigadeiros perfeitos

Segredo 1 – o Ponto do Brigadeiro

ponto do brigadeiro

A maior dificuldade que as pessoas têm quando vão fazer brigadeiro é o ponto. Ou o brigadeiro fica duro demais e os confeitos não grudam nele, ou na maioria das vezes o brigadeiro fica mole demais, o que dificulta o processo de enrolar.

→ Para solucionar isso, nós já temos um artigo completíssimo sobre o ponto do brigadeiro aqui.

Se o seu brigadeiro gruda no plástico filme ou na luva, e faz uma sujeira na hora de enrolar, certamente o problema é o ponto. Nesse caso, você precisa deixar ele um pouquinho mais na panela.

Já se o seu brigadeiro fica muito duro, açucara muito rápido, ou os confeitos não grudam nele corretamente, provavelmente ele está passando tempo demais na panela. E nesse caso, você pode tirar um pouco antes do habitual.

Segredo 2 – A panela e o fogo

panela de fundo grosso

É importante usar fogo baixo nos brigadeiros claros, para que eles não caramelizem e não escureçam.

Também é importante usar panela de fundo grosso e espátulas de silicone em todos os seus brigadeiros para que você tenha um resultado perfeito.

Com panela de fundo fino, o brigadeiro vai queimar e ficar cheio de bolinhas escuras.

Segredo 3 – O plástico filme

plastico filme

Outro fator importante é embalar a massa corretamente depois de retirar do fogo. Você precisa passar o plástico filme assim que a massa estiver pronta.

Além disso, é preciso deixar o plástico filme em contato com a massa de brigadeiro, pois quando a massa entra em contato com o ar, a tendência é que ela resseque e açucare mais rápido.

Segredo 4 – Respeite o tempo de descanso

tempo de descanso

Atenção a um outro ponto: enrole sempre o brigadeiro descansado. O açúcar do leite condensado leva um tempo para cristalizar corretamente.

Se você não der esse tempo, o brigadeiro pode ficar se espalhando na forminha, e não segurar o formato redondinho.

Enrole o brigadeiro em temperatura ambiente, mas deixe ele descansar cerca de 6 a 8 horas antes.

Se você não tiver como aguardar esse tempo, pode levar para a geladeira, mas o resultado com o brigadeiro descansado no tempo correto é muito superior.

Segredo 5 – Luvas de vinil

luvas de vinil

Mais um segredo de produção: use luvas na hora de enrolar o brigadeiro, pois isso facilitará demais o trabalho.

Com a luva (de vinil e sem talco), você não precisará untar a mão nem com água, nem com manteiga, e por isso a durabilidade do brigadeiro será maior.

Além disso, por ele não grudar, não será preciso parar a cada 5 ou 10 brigadeiros para lavar as mãos e retirar os restinhos de massa que ficam grudados, ou seja, acelerando muito a sua produção.

Segredo 6 – Congelamento

Se você quiser facilitar ainda mais a sua produção, congele suas massas. Dessa forma, fica mais fácil montar caixinhas de brigadeiro com os sabores que o cliente pedir.

Congelar também é importante quando você recebe encomendas grandes. Afinal de contas, se você receber uma encomenda de mil brigadeiros, não vai conseguir fazer tudo no mesmo dia, né?

Você pode ir fazendo as massas com até 30 dias de antecedência, congelar e enrolar no dia anterior à entrega.

→ Leia em seguida, nosso artigo que explica passo a passo o modo correto de como congelar o brigadeiro.

Sobre a Validade

A validade da massa dos brigadeiros sem enrolar é de até 10 dias se conservados na geladeira, e de 90 dias se forem congelados (desde que seja feito o procedimento correto).

Já o brigadeiro enrolado dura em média de 4 a 5 dias.

Lembrando que quanto mais a massa fica em contato com o ar, mais rapidamente ela vai açucarar.

Você pode conferir o conteúdo completo desse artigo no vídeo abaixo:

Deixe seu comentário aqui no artigo, dizendo o que você achou dessa técnica de saborizar a massa do brigadeiro, e fala também quais são os sabores que você vai incluir aí no seu menu.

Esperamos ter ajudado, e até mais!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comments

  1. Maria de Fátima Ferreira da Silva Lage disse:

    Excelente essa aula de brigadeiros

  2. Adorei as dicas, td muito bem explicado. Obrigada.